Rondônia, quarta-feira, 17 de agosto de 2022, - Email: [email protected] - Telefone: 69 9957-2377




Vilhenense joga gasolina e incendeia lanchonete em praça do Centro e funcionário sofre queimaduras após atentado

(Foto: Reprodução)

O atentado foi registrado na noite deste domingo, 26 de Junho, na lanchonete “Rei dos Lanches, na praça Ângelo Spadari, avenida Major Amarante, em Vilhena/RO.

- Advertisement -
- Advertisement -

De acordo com o apurado, o suspeito em primeiro momento havia chegado embriagado no restaurante Chopão e de lá foi expulso por estar xingando as pessoas.

Ele então atravessou a avenida e foi até a lanchonete Rei dos Lanches, pediu um lanche e uma Coca-Cola e alguns minutos após passou a xingar os funcionários e o comerciante dizendo que o lanche estava demorando, tendo sido cobrado apenas a Coca-Cola e cancelado o lanche.

Revoltado, mesmo sendo cancelado o lanche a pedido dele, o suspeito continuou xingando o comerciante e os funcionários e saiu em sua motocicleta Honda XR 200.

Porém, passados alguns minutos ele retornou ao local munido de dois litros com gasolina e arremessou o líquido inflamável contra o funcionário que estava no caixa e no comércio, usando um isqueiro para atear o fogo.

Com isso, o fogo se alastrou rapidamente e os demais funcionários conseguiram retirar o rapaz que sofreu queimaduras de segundo e terceiro grau nas pernas, levando-o até o restaurante à frente, uma vez que o fogo consumiu a lanchonete.

Vários populares perseguiram o infrator e o derrubaram da motocicleta na rua Princesa Isabel, na lateral da praça, onde o detiveram, sendo que embriagado, ele reagiu e acabou também agredido. Os populares também quebraram toda a motocicleta do infrator.

Rapidamente guarnições da Polícia Militar chegaram ao local e prenderam o suspeito em flagrante delito, tendo este confessado que ateou fogo no local e no funcionário e disse que fez isso porque o “atrasaram muito no lanche” dele.

Funcionários do Chopão utilizaram extintores de incêndio e conseguiram combater as chamas antes da chegada do caminhão ABTS de combate a incêndio do Corpo de Bombeiros Militares.

A unidade de resgate do Corpo de Bombeiros Militares encaminhou o funcionário da lanchonete com urgência ao pronto-socorro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com queimaduras de segundo e terceiro grau.

A área onde ocorreu o incêndio e atentado foi isolada para perícia criminal da Polícia Técnico-Científica (POLITEC) e após os trabalhos, o acusado foi apresentado na Unidade Integrada de Segurança Pública (UNISP) pelo crime de incêndio criminoso e tentativa de homicídio, bem como, por embriaguez na direção, uma vez que ele pilotou a motocicleta bêbado.

A motocicleta utilizada pelo criminoso está com impostos atrasados desde o ano de 2010 e foi apreendida e entregue no CIRETRAN.

Fonte: Rota Policial News

- Advertisement -














Veja também





Notícias relacionadas