Professora pioneira de Cerejeiras morre aos 60 anos, vítima de Meningite

FOTO: Divulgação

A professora Enita Santiago Oliveira, 60 anos, morreu no início da tarde deste domingo (31) vítima de complicações de uma Meningite em hospital do município de Dourados (MS), onde estava internada em tratamento.

Enita Santiago, pioneira do município de Cerejeiras, onde morou por décadas, filha de Efrain Santiago, pastor fundador da primeira Igreja Batista de Cerejeiras. Foi professora da rede estadual de ensino e estava aposentada. Após a morte de seu esposo, Sargento Melquizedeques Oliveira do Carmo, ocorrida em 31 de março de 2021, Enita foi morar no município de Cabixi (RO).

Recentemente fixou residência na cidade de Dourados (MS) onde reside uma das filhas. Sentindo fortes dores de ouvido, foi internada na segunda-feira (25) e após piora em seu quadro de saúde foi entubada e posteriormente diagnosticada com Meningite. Após uma semana internada em tratamento, não resistiu, vindo a óbito na tarde deste domingo (31).

O corpo de Enita Santiago Oliveira, será sepultado as 10h da manhã desta terça-feira (2) em cemitério no município de Dourados. Viúva, deixa três filhos adultos, sendo 1 filho, 2 filhas e uma netinha.

 

 

POR: Gazeta Rondônia