Médicos de Rondônia indo fazer curso em SP socorrem acidentados em rodovia de MT; idosa morreu

(Foto: Agora MT)

Três pessoas da mesma família, com idade entre 55 e 62 anos, ficaram em estado gravíssimo após um capotamento no início da Serra da Petrovina, cerca de 65km de Rondonópolis, em Mato Grosso. Cinco pessoas estavam no carro e duas tiveram ferimentos mais leves. 

Segundo informações repassadas por um dos ocupantes do carro, a família (10 pessoas) seguia em dois carros diferentes, uma SW4 e um Corolla. Eles haviam saído de Tangará da Serra (MT) e retornavam para São José do Rio Preto-SP. A SW4 seguia atrás com as cinco vítimas. 

Ao aproximar da Serra, o motorista teria cochilado e começado a invadir a pista contrária, momento em que o passageiro puxou o volante para desviar de uma carreta que vinha de frente e voltou para pista. Após a carreta passar, o motorista “acordou” assustado e puxou o volante para o outro lado, atravessando a pista e capotando. 

O carro ficou destruído e uma das vítimas teve que sair pelo porta-malas. 

Logo atrás da SW4, seguia um carro com quatro médicos que saíram de Rondônia e seguiam para São Paulo para fazer um curso. Eles viram todo o acidente, pararam e desceram rapidamente já com os equipamentos que tinham para ajudar no socorro.

Eles prestaram os primeiros atendimentos e acionaram o Samu. Duas viaturas deslocaram de Rondonópolis para o local.

As três vítimas graves foram encaminhadas ao Hospital Regional, enquanto os outros dois foram levadas a Unidade de Pronto Atendimento.

Um dos familiares, que estava no outro veículo, chorou muito ao agradecer os médicos que se esforçaram para ajudar no atendimento. “Eu organizei toda essa nossa viagem, então estou me sentido muito culpado, sou grato à Deus por ter colocado vocês aqui nesse momento e por terem ajudado a todos”, disse ele.

IDOSA MORREU
Após o resgate, a idosa de 62 anos, identificada como Eronilda Candida, morreu momentos após dar entrada no Hospital Regional de Rondonópolis. Outras duas pessoas que estavam com ela dentro do carro continuam internadas na Unidade.

Ela foi a primeira a ser socorrida pela unidade avançada de atendimento do Samu, mas a gravidade da lesão era muito alta.

Fonte: Agora MT