Aumento no número de casos ativos de Covid-19 alerta órgãos de fiscalização em Rondônia

Atualmente, 2.403 pessoas estão com o vírus em Rondônia. Órgãos pedem transparência das ações do governo e dos municípios.

(Foto: Javad Esmaeili / Unsplash / Divulgação)

O Tribunal de Contas (TCE-RO), o Ministério Público (MP-RO) e o Ministério Público de Contas (MPC-RO) se reuniram com representantes do Governo de Rondônia na terça-feira (23), para discutir o aumento nos números de casos ativos de Covid-19 no estado.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), nesta terça, 2.403 pessoas estão com o vírus ativo, um aumento de 51% em relação a mesma data do mês anterior, quando o estado registrava 1.582 casos ativos, de acordo com os dados divulgados nos boletins diários da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa).

Segundo os órgãos, a administração estadual, em conjunto com os municípios, “devem implementar ações para evitar um novo quadro caótico na saúde”. Entre as ações que devem ser adotadas, está o aumento da transparência das ações, incluindo:

  • A evolução dos contaminados,
  • A quantidade de leitos disponíveis
  • A busca ativa das pessoas que não se vacinaram com a 1ª e a 2ª dose.

Além disso, o TCE, o MPC e o MP vão acompanhar as ações do estado, para verificar quais medidas estão sendo adotadas, como por exemplo, “à possível expansão de leitos, caso haja o aumento desenfreado dos números de internados em ambulatórios, nas UTIs e dos casos de morte”.

Por: G1/RO