Adventistas mobilizam Colorado com ações do ‘Quebrando o Silêncio’

image-63

Adventistas da cidade de colorado mobilizaram a cidade com a campanha “quebrando o silêncio”, na manhã do último sábado 27 de agosto. Jessica Avelar coordenadora do evento explicou “ o projeto neste ano de 2016 traz a temática sobre os malefícios do álcool, e sua contribuição, para diversos acidentes, doenças, e desajuste familiar e violência em geral.”

Anualmente o Ministério da Mulher adventista desenvolve o projeto Quebrando o silencio e no intuito de mobilizar a sociedade para quebrar o silêncio em relação a violência domestica, contra mulheres, idosos e crianças.

O evento contou com o apoio dos Clubes de Aventureiros e Desbravadores da igreja adventista, os quais também são projetos sociais da igreja, onde qualquer criança de 06 a 09 anos pode participar do clube de aventureiros e qualquer adolescente ou jovem acima de 10 anos podem participar do clube de desbravadores, independente da sua raça, cor, credo religioso e condição social, o objetivo dos clubes também é salvar e guiar, trabalhando na prevenção do uso de drogas, e abuso sexual infantil. Informou as Diretoras dos Clubes Elizete Monteiro Clube de Aventureiros e Eunice Macedo Clube de Desbravadores Sentinelas do cone Sul.

A Jovem Maria Fink funcionaria da Doidão Calçados foi abordada durante a passeata pelas Aventureiras Isabel Storch e Fabielly Targino. E disse em entrevista a nossa correspondente que: “Em minha concepção gostei muito da participação das crianças nesse projeto, pois elas já estão sendo educadas desde pequenas acerca dos problemas de consumirem bebidas alcoólicas; é isso no meu ponto de vista é importante serem ensinadas, para tornarem adultos conscientes .”finalizou Maria Fink

A passeata deu-se inicio na Avenida Marechal Rondon passando pelas avenidas: potiguara, Rua Humaitá e Concluindo na Avenida Paulo de Assis na praça dos imigrantes, durante todo o percurso, foi distribuído material (revistas, folder) de orientação sobre o uso do álcool e seus malefícios.

Fonte: Assessoria