Vilhena vence concorrente de Costa Rica no Dia do Desafio - Folha de Vilhena
<

Vilhena vence concorrente de Costa Rica no Dia do Desafio

Abel Labajos junho 6, 2017 0


Apesar da baixa temperatura daquele dia, foram registrados 23.475 participantes

A central do Sesc de São Paulo divulgou nesta segunda-feira, 05, o resultado geral das cidades que concorreram ao Dia do Desafio e Vilhena, sob o comando da secretaria de Esportes e Cultura (Semec), venceu Liberia, uma cidade do estado de Guanacaste na Costa Rica.

As 52 cidades de Rondônia participaram com outras concorrentes das Américas do Sul e Central ou mesmo contra municípios brasileiros. O principal objetivo do Dia do desafio foi de motivar a população à prática de atividades físicas, para melhorar a saúde física como também a mental. O propósito é ainda promover uma disputa amistosa para estimular desafios que estimulam o corpo dos participantes, por meio de práticas desportivas.

A mobilização em Vilhena começou às 06h do dia 31 e seguiu, conforme o regulamento, até às 21h do mesmo dia, em vários pontos da cidade. A pesar da baixa temperatura daquele dia, os termômetros chegaram a marcar uma variação climática entre 20 à 17 graus, o vilhenense cumpriu sua missão com praticas de exercícios físicos pelo menos por uns 15 minutos para valer pontuação contra a concorrente.

A Semec, sob o comando do secretário Natal Jacob (Natalzinho) e o adjunto professor Manoel Ayres, montou equipes em pontos diferentes da cidade, onde além de orientarem os exercícios, registravam através de fotos e vídeos. Na ausência de representantes da Semec, os colaboradores enviavam seus registros por e-mail ou por um número de whatsapp que foi disponibilizado exclusivamente para receber o material válido para a computação dos pontos, que posteriormente seriam enviados para a central do Sesc em Ji-Paraná e São Paulo.

Na quarta-feira do dia 31 foram registrados pela Semec 23.475 participantes, o equivalente à 30% do número de moradores do total indicado pela coordenação nacional do evento. Sob a orientação do Sesc, o percentual teve como base os dados do IBGE de 2010, quando o município teria que alcançar 20% dos 76.202 habitantes praticando alguma atividade física ou esportiva.

Liberia, a cidade corrente, somou apenas 2.40%, cerca de 2 mil pessoas participando do total da população local (60 mil habitantes), enquanto que Vilhena mobilizou quase 23.500 moradores nas academias, escolas, empresas, clubes, ginásios e na rua, por meio de caminhadas e outras atividades físicas. “O sucesso, sem dúvida, não pode ser restrito a um grupo, mas a todos que deram sua contribuição. Todos estão de parabéns”, destacou o professor Manoel Ayres.

O resultado também foi comemorado pelo secretário e por todos de sua equipe. Natalzinho fez questão de comunicar pessoalmente à prefeita Rosani Donadon. “A vitória contra uma cidade que tem tradição esportiva, como é o caso Liberia, com certeza é um motivo de alegria e comemoração. Não sabemos o porquê os liberianos não se envolverem como em anos anteriores, mas fizemos a nossa parte e conseguimos mobilizar milhares de vilhenense. A prefeita Rosani foi comunicada imediatamente e compartilhamos com ela o resultado e a nossa alegria. Sabemos que a competição é apenas um estimulo à mobilização e o prêmio é a melhoria na qualidade de vida das pessoas. Somos gratos por todos aqueles que se empenharam, em especial ao professor Ayres e à minha equipe que se dedicaram incondicionalmente naquele dia”, finalizou.

Fonte: SEMCOM

 

Comente

comentários


Deixe uma resposta »