Vereadores vilhenenses se posicionam contra a reforma da previdência - Folha de Vilhena
<

Vereadores vilhenenses se posicionam contra a reforma da previdência

Editoria Jornal março 22, 2017 0


Na última sessão ordinária, os dez vereadores de Vilhena se posicionaram contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, do Governo Federal, que trata da reforma da Previdência

Centenas de servidores públicos municipais e estaduais lotaram a Câmara de Vereadores na noite desta terça-feira, 21, no intuito de pressionar os vereadores vilhenenses a se posicionar contra as mudanças na previdência que o governo de Michel Temer (PMDB) quer implantar no país.

Munidos de cartazes, placas e faixas, os manifestantes que paralisaram suas atividades laborais no dia 15 de março (rede estadual) buscam por meio dos protestos que todos os parlamentares apoiem à causa que afetará milhares de brasileiros nos próximos anos.

Durante a sessão, sete vereadores usaram a tribuna da Casa de Leis para externar seu apoio aos manifestantes. Eles também ressaltaram que já enviaram solicitações à bancada federal rondoniense em Brasília para que os mesmos se posicionem contra a reforma da previdência – PEC 287 no dia da votação.

FRANÇA SILVA

O primeiro edil a se pronunciar foi o vereador França Silva (PV) e, ele no seu discurso ressaltou que a reforma da previdência do governo federal é uma proposta totalmente indecorosa, visto que acabará com a dignidade do povo brasileiro. “Muitos trabalhadores que labutam há muitos anos e que já estão prontos para se aposentar, terão que adiar sua aposentaria, si a reforma da previdência for aprovada. Não podemos nos calar, vamos à luta, vamos mobilizar todas as camadas sociais para que não aconteça mais um golpe no Brasil”, frisou.

VERA DA FARMÁCIA

A vereadora Vera da Farmácia (PMDB) também fez uso da palavra na tribuna livre e ressaltou que o governo federal está cometendo uma injustiça com todos, em especial com as mulheres brasileiras, e que assim como ela, todos os vereadores da Casa são contrários a forma da previdência.

CELIO BATISTA

Celio Batista (PR) na sessão ordinária também deixou seu recado aos manifestantes e frisou que irá cobrar dos deputados federais que votem contrário ao Projeto de Lei 287/2016.

SAMIR ALI

O jovem vereador Samir Ali (PSDB) há algumas semanas já manifestou ser totalmente contrário as mudanças na legislação previdenciária e, na noite desta terça-feira, 21, mais uma vez externou seu apoio a todos os manifestantes do país.

ROGÉRIO GOLFETTO

As mudanças que o governo federal quer fazer na legislação previdenciária irá trazer prejuízos imensuráveis à população brasileira, por isso, eu manifesto meu apoio aos grevistas e me posiciono contra a reforma da previdência. Já enviei solicitações à Brasília para que os Deputados Federais sigam nossa linha de raciocínio e sejam contrários à aprovação da PEC 287”, diz vereador Rogério Golfetto.

CARLOS SUCHI

O vereador Carlos Suchi (PTN) também fez uso da palavra e assim como seus colegas de casa, alegou ser totalmente contrário à reforma da previdência.

RAFAEL MAZIERO

O vereador tucano que também não concorda com as mudanças, ressaltou que todas as manifestações já estão surgindo efeito e incentivou para que os manifestantes que não desistam de seus propósitos.

Os vereadores Lenina do Povo (PTB), Ronildo Macedo (PV) e o presidente Adilson Oliveira não usaram a tribuna da Casa de Leis, mas já se manifestaram ser contrários à reforma da previdência.

A Câmara de Deputados irá votar na próxima terça-feira, 28, a PEC 287/2016 e, a população espera ansiosamente que a medida seja derrubada no primeiro turno.

 

 

Texto e fotos: Redação

Comente

comentários


Deixe uma resposta »