Temer quer dividir e enfraquecer o movimento, alerta professor de Cerejeiras - Folha de Vilhena
<

Temer quer dividir e enfraquecer o movimento, alerta professor de Cerejeiras

Editoria II março 22, 2017 1


Cerejeiras (RO) – Após o presidente Michel Temer (PMDB) anunciar a retirada dos servidores estaduais e municipais da Reforma da Previdência, o diretor do Sintero em Cerejeiras, professor Luiz Alberto, alertou os trabalhadores de que a medida visa, exclusivamente, dividir e enfraquecer o movimento em todo o Brasil.

A declaração foi feita nesta quarta-feira (22) durante mais uma reunião com os servidores públicos, que estiveram presente na praça dos Pioneiros, centro do município.

Para o sindicalista, a greve continuará até o dia 28, oportunidade em que acontece uma grande mobilização nacional contra a reforma da Previdência. “ A greve continua firme forte. Várias caravanas do interior estarão participando dessa manifestação em Porto Velho”, revelou Luiz Alberto, convidando outros segmentos sociais a participarem do ato na capital.

Carta aberta

Já nesta quinta-feira (23) pela manhã, ainda de acordo com o líder sindical, haverá um pit stop no semáforo, oportunidade em que os trabalhadores entregarão uma carta aberta à sociedade, esclarecendo os reais motivos do movimento grevista.

“Entendemos que não serão apenas os trabalhadores da educação a serem prejudicados, mas também todos os outros segmentos. Estamos fazendo nossa parte”, esclareceu.

Por fim, o diretor do Sintero anunciou que 70% do estado está paralisado com a greve. “Em Cerejeiras, por exemplo, hoje está na faixa de 90%”, concluiu.

Fonte: Assessoria

Comente

comentários


Um comentário »

  1. Adegildo Moreira lima março 23, 2017 at 3:16 pm - Reply

    Este pessoal quer pretexto para nao trabalhar, o que os coitadis dos alunos tem a ver com isto, o que uma greve vai influenciar, seja em cerejeiras, aqui em vilhena ou em curitiba???

Deixe uma resposta »