Supostos membros do Comando Vermelho são presos pela Força Tática com arma e moto roubada - Folha de Vilhena
<

Supostos membros do Comando Vermelho são presos pela Força Tática com arma e moto roubada

Folha de Vilhena fevereiro 11, 2017 0


Central de operações recebeu denúncia anônima de que moto estava escondida em uma residência

O caso foi registrado no final da tarde desta sexta-feira, 10 de fevereiro, em uma residência localizada na rua 9.313 do residencial Ipê, área periférica de Vilhena.

A central de operações da Polícia Militar recebeu denúncia anônima dando conta de que uma motocicleta oriunda de roubo, ocorrido na noite de quinta-feira, durante o show da Simone e Simaria. Diante da denúncia, a Força Tatica foi enviada ao endereço.

No local, os policiais encontraram a motocicleta Honda CG Fan 160 de cor preta e placa OHR-3475/Vilhena que tratava-se realmente da motocicleta roubada na noite anterior; ela que estava coberta com lençóis e cobertores.

Os militares conseguiram chegar ao nome de Adão Sérgio Brito, 43 anos, que encontrava-se em um bar da região, o qual alegou que na noite de ontem, estava ingerindo bebidas alcoólicas na casa de Paulo Romão Palhiano, 45 anos, quando chegaram dois homens conhecidos pelos apelidos ❝Iraque❞ e ❝Polaquinho❞, os quais estavam a bordo da referida motocicleta e portando uma arma de fogo e que Adão se prontificou a esconder a moto em sua casa.

A guarnição deslocou-se até a casa de Paulo, o qual, confirmou a versão de Adão e em ato contínuo, levou os policiais militares até a rua  45 do bairro Jardim Eldorado, onde foi preso o acusado Dionathan Henkes Cecílio, 19 anos, de alcunha ❝Polaquinho❞ o qual disse que seu comparsa Rafael Moura Santos, 29 anos, de alcunha ❝Iraque❞ estava no Hospital Regional, devido a esposa do mesmo estar internada.

Sobre a mesa da casa de Rafael, fora encontrada uma arma de fogo, tipo revólver de calibre 32 contendo cinco munições intactas, além de uma televisão  Philips de 32 polegadas e um aparelho celular da marca Motorola.

Dionathan alegou que o revólver foi usado por ele e Iraque para praticarem o roubo da motocicleta e que o celular e a televisão eram produtos de furto. Ainda conforme seus relatos, ele veio da cidade de Cabixi/RO e que pertence a facção criminosa denominada Comando Vermelho.

Ao realizarem a prisão de Dionathan, os policiais deslocaram-se ao Hospital regional, onde lograram êxito na prisão de Rafael, o qual, assumiu participação no crime e também alegou pertencer ao Comando Vermelho.

Os envolvidos foram presos e deveram responder por roubo, receptação e porte ilegal de arma, conforme entendimento do delegado plantonista, na 1º Delegacia de Polícia Civil de Vilhena.

 

 

Carlos Mont Serrate

Folha de Vilhena

Comente

comentários


Deixe uma resposta »