Semas reestrutura programas sociais para atender população vilhenense - Folha de Vilhena
<

Semas reestrutura programas sociais para atender população vilhenense

Editoria Jornal maio 12, 2017 0


A Prefeitura Municipal de Vilhena por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) está reestruturante os programas sociais para atender a população vilhenense.

Segundo a secretária de Assistência Social, Nair Ceruti, está sendo uma verdadeira luta voltar com todos os programas. “Apesar das grandes dificuldades estamos felizes pelos programas sociais que já estão em funcionamento. Ver a felicidade das pessoas que participam dos programas é de muito bom”, falou a secretária.

Atualmente Vilhena conta com o total de 12 programas em exercício. Nair Ceruti ainda informou que em breve a “vaca mecânica” do Centro de Produção de Alimento (CPA) e o Centro da Juventude também voltarão a funcionar.

“Tanto a prefeita Rosani Donadon (PMDB), quanto o vice-prefeito Darci Ceruti (DEM), estão dando total apoio para que os programas sociais voltem a funcionar, e Vilhena volte a ser referência em todo o Estado”, salientou a secretária.

Saiba mais sobre os programas sociais

CRAS:

O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) atualmente oferece cursos de manicure, salgadeiro, doceiro, cabeleireiro e pintura de tecidos, onde prepara a população para o mercado de trabalho. No local também é feito o cadastramento de leite pasteurizado, fornecimento de orientações quanto ao passe livre federal, atendimento de psicólogo para os beneficiários do programa Bolsa Família. Além disso, o CRAS realiza o atendimento com ônibus que leva os pacientes para Porto Velho para tratamentos de saúde.

Bolsa Família:

O Bolsa Família beneficia cerca de 3261 pessoas. É um programa de transferência direta de renda, direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade e pobreza. O programa busca garantir a essas famílias o direito à alimentação e o acesso à educação e à saúde.

Leite pasteurizado:

Está sendo distribuindo atualmente em 12 setores da cidade.

CRECA:

O Centro de Referência Especializado em Crianças e Adolescentes (CRECA), atende as crianças e adolescentes entre 7 a 13 anos, e oferta cursinhos como balé, artesanato, futebol, natação e reforço para as crianças que enfrentam dificuldades de aprendizagem na escola. A inauguração do Centro da Juventude que será reativado em breve atenderá as jovens de 14 aos 18 anos.

CREAS:

Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) atende crianças, adolescentes, idosos e deficientes que tenham sofrido qualquer tipo de violação de direito. Recebendo tanto a vítima, quanto o agressor. O local atende 65 adolescentes (menores infratores) e aproximadamente 40 idosos e deficientes.

CAM:

Centro de Atendimento à Mulher (CAM) é responsável por prestar atendimento para crianças e mulheres vítimas de todo tipo de violência.

Abrigo da criança:

É responsável por abrigar crianças de 0 aos 18 anos, que sofreram algum tipo de violência e que por algum motivo foram tirados da convivência da família. O local atende atualmente 11 crianças.

Centro do Idoso:

A local conta com o atendimento de médico e da fisioterapeuta para os idosos de segunda a quinta-feira, professora de dança de nas terças a sexta-feiras. Atende aproximadamente 500 idosos.

Casa da Gestante:

A Casa da Gestante acolhe principalmente as gestantes de baixa renda, onde está sendo oferecidos cursos de artesanatos, palestras durante o curso com psicóloga, médica, advogada, e sobre parto, entre outros temas. A Casa está atendendo cerca de 50 gestantes.

Capela Mortuária:

O local foi construído especificamente para suprir a necessidade da população, que utilizava espaços alternativos para velar parentes e amigos. A capela tem espaço para a realização de até quatro velórios simultâneos.

Conselho Tutelar:

É um órgão independente, mas de responsabilidade da SEMAS, composto por cinco conselheiros responsáveis para acompanharem as crianças e adolescentes e decidirem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso.

Casa de apoio:

A sede fica localizada no município de Porto Velho, com a finalidade de abrigar e dar o suporte às pessoas que precisam se deslocar até a Capital para tratamentos de saúde. A Casa oferece café da manhã, almoço, janta e um veículo disponível para atender as pessoas que precisam se locomover.

Fonte: Semcom

Comente

comentários


Deixe uma resposta »