Secretaria de Obras realiza concretagem paliativa para conter erosão na macrodrenagem - Folha de Vilhena
<

Secretaria de Obras realiza concretagem paliativa para conter erosão na macrodrenagem

Editoria Jornal abril 12, 2017 0


A prefeitura de Vilhena, através da Secretária Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), finalizou na última semana, a concretagem paliativa para conter a erosão do no final da avenida Curitiba, na macrodrenagem.

A ação contou com o apoio do DER, que teve a autorização do Diretor Geral, Ezequiel Neiva, para a execução do serviço, atendendo a solicitação da prefeita Rosani Donadon e da deputada estadual Rosagela Donadon (PMDB), para os trabalhos de contenção da erosão que se agravava na região.

Uma força-tarefa envolvendo a 9ª residência do DER, que reuniu equipes de Vilhena e Colorado em parceira com a SEMOSP, se encarregou nesses últimos dias para a execução dos serviços de isolamento do local do deslizamento.

Foram aplicadas no serviço de contenção bases de concreto, incluindo malhas de ferro para aumentar a sustentação da estrutura, contribuindo para evitar o desmoronamento pelo acúmulo constante de água, ocasionado pelo alto volume de chuvas recentemente em Vilhena.

De acordo com o secretário de obras, Josué Donadon, se faz necessário amenizar o problema da erosão até que haja a estiagem da chuva, onde posteriormente será realizado um projeto para buscar sanar o problema no futuro.

“A prefeita Rosani Donadon pediu celeridade para conter o problema da erosão, pois ela se preocupa com as famílias que ali estão e precisam de segurança. Dentro das possibilidades, após dias intensos de trabalho realizamos uma ação paliativa, que tudo indica que amenizará o avanço do deslizamento, onde aplicamos bases de concreto no local para buscar aumentar a segurança”, conclui o titular da Semosp.

Segundo alguns moradores, a ação já vem surtindo efeito, após algumas chuvas que ocorreram nos últimos dias no local, onde a estrutura realizada se manteve evitando o avanço da Erosão. A dona de casa Rosimeire Soares, moradora do bairro atingido, disse que aprovou a ação da Semosp. “Agora ficou bom, por que estava muito perigoso aqui, principalmente para nós que precisamos passar nesse local para levar nossos filhos nas escolas de bicicleta, correndo risco de cair. Agora o meu medo acabou, pois observei que o trabalho da Semosp ficou bom, evitando o deslizamento. Fico mais tranquila”, ressaltou.

Cícero Ferreira, também morador do bairro atingido pela erosão no final da Avenida Curitiba, salientou que gostou do resultado da ação da Semosp. “Essa obra que começou desse tipo já deu segurança. Se o serviço continuar irá melhorar, é preciso fazer uma comporta lá em baixo e tubular. Agora, fizeram um trabalho diferente do início, quando estava sendo feito apenas o aterro, onde a chuva levava. Com o concreto aplicado nessa parte inicial, notei que segurou bem, até a retomada para resolver em definitivo o problema no futuro”, encerrou.

 

Fonte: Semcom

Comente

comentários


Deixe uma resposta »