Rosani Donadon garante pagamento de salários atrasados e quer canal aberto com servidores - Folha de Vilhena
<

Rosani Donadon garante pagamento de salários atrasados e quer canal aberto com servidores

Abel Labajos janeiro 6, 2017 0


A prefeita de Vilhena se reuniu com representantes da categoria para explicar a situação econômica em que o município se encontra

A prefeita do município de Vilhena, Rosani Donadon (PMDB) realizou no início da noite desta quinta-feira, 5, uma reunião com os representantes do Sindicato dos Servidores Municipais do Cone Sul de Rondônia (SINDSUL), a fim apresentar um detalhamento acerca das contas do município, além de explicar os trâmites para pagamentos dos salários atrasados dos servidores da saúde.

Rosani juntamente com seu corpo técnico mostrou aos dirigentes do SINDSUL o saldo bancário da prefeitura de Vilhena e garantiu o pagamento dos atrasados, mas explicou que para isso fora necessário “rapar o tacho” para garantir os vencimentos.

Rosani Donadon contou aos sindicalistas que irá utilizar R$ 1.240 milhão da repatriação para custear a folha deixada em aberto. “O servidor trabalhou e é dever do município arcar com seus vencimentos. Mesmo este salário não sendo de nossa responsabilidade, entendemos que o servidor também tem responsabilidades e conta com esse dinheiro para garantir suas contas em ordem”, disse a prefeita durante conversa com a equipe técnica.

Ao apresentar a real situação financeira do município, Rosani Donadon conquistou o apoio do sindicato. “Eles entenderam a situação e sabem que trata-se de um momento bastante difícil para o município”, pontuou a chefe do poder executivo.

Uma das servidoras presentes na reunião disse categoricamente que a prefeita Rosani Donadon assumiu uma “bomba” ao tomar posse enquanto prefeita, uma vez que toda a estrutura do município precisa de reparos.

Outro servidor disse que entende a situação da prefeita e contou que todas as áreas do município estão carentes. Rosani Donadon explicou que irá solicitar da Câmara de Vereadores uma sessão extraordinária para esta segunda-feira, 9, a fim de que os parlamentares autorizem o pagamento do servidores.

Tão logo a casa de leis endosse o pagamento, a prefeita irá sancionar o pedido e encaminhar à Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA). A pasta irá fazer o empenho e logo em seguida os vencimentos dos servidores estarão nas contas. “Pelos nossos cálculos, em menos de uma semana os salários atrasados estarão nas contas”, contabilizou a prefeita.

 E JANEIRO?

Durante reunião com todo o secretariado, a prefeita Rosani Donadon foi enfática ao exigir que todos os representantes de pastas devem economizar ao máximo para que o recurso público seja utilizado da melhor forma possível. “Vamos conseguir colocar a casa em ordem e garantir que os salários sejam depositados na última sexta-feira do mês”, calcula Rosani.

 ASSEMBLEIA

O presidente do SINDSUL, Wanderlei Ricardo Campos, explicou à Prefeita Rosani Donadon que os servidores públicos municipais irão realizar uma assembleia geral na manhã desta sexta-feira, 6, cuja pauta é justamente o atraso dos salários dos servidores. Wanderlei, que foi enfático ao pedir o pagamento dos vencimentos o quanto antes, disse à Rosani Donadon que irá repassar as informações obtidas junto à prefeita na noite de quinta e solicitou a participação do secretário de saúde, Marco Aurélio Blaz Vasques, durante o encontro.

O novo titular da pasta se prontificou a participar e declarou que irá reapresentar o orçamento da saúde aos servidores. “Não temos nada a esconder. O servidor tem que conhecer de perto os gastos do município. Só assim poderá auxiliar no processo de controle do recurso público”, disse o secretário de saúde.

Vasques solicitou à sua equipe que mantenha um canal de comunicação aberto com o sindicato para que os membros da entidade possam conferir todas as informações repassadas por Rosani e ele durante a reunião. “O sindicato terá acesso irrestrito a essas contas para que possa entender a origem e a destinação final de cada recurso”, justificou.

 

Texto e fotos: Semcom

Comente

comentários


Deixe uma resposta »