População protesta, mas vereadores elegem nova mesa diretora para o biênio 2019/2020 - Folha de Vilhena
<

População protesta, mas vereadores elegem nova mesa diretora para o biênio 2019/2020

Editoria Jornal fevereiro 7, 2017 0


 A escolha da mesa diretora para o biênio 2019/2020 foi eleita por 6×4 votos. População se irrita e protesta no meio da sessão. Regimento Interno da Casa de Leis prevê como número mínimo para votação a presença de sete vereadores, na sessão de hoje (6) estiveram presentes 10 vereadores havendo assim quórum suficiente para a votação

A primeira sessão ordinária da nova legislatura aconteceu na noite desta terça-feira, 07 de fevereiro, na sede da Câmara Municipal de Vilhena e, na oportunidade vários Projetos de Leis de autoria do Poder Executivo e do vereador Celio Batista, assim como indicações de vereadores entraram na pauta para leitura.

Durante a sessão, também houve a escolha das comissões permanentes, mas o que mais chamou a atenção de todos os presentes, inclusive deixando-os irritados foi a eleição antecipada que a Casa de Leis preparou para escolher a próxima mesa diretora do biênio 2019/2020, ou seja, a escolha do novo presidente, vice-presidente e secretários da Câmara Municipal de Vereadores em Vilhena.

Em meio a gritos e levantando cartazes com frases como: “VOTAÇÃO AGORA NÃO”, “QUEREMOS AÇÃO, NÃO VOTAÇÃO”, VAMOS TRABALHAR VEREADORES É ISSO QUE O POVO QUER”, a população a cada voto dito manifestava o seu desejo que não estava na hora de ser realizada uma nova eleição na casa municipal, tendo em vista que há muita coisa com que se preocupar na cidade e, além disso que os eleitos só poderão tomar posse em 2019.

Se a intenção da população era adiar a eleição, a tentativa foi frustrada, haja vista que a eleição aconteceu e os vereadores Ronildo Macedo (PV), França Silva (PV), Rafael Maziero (PSDB), Samir Ali (PSDB) e Celio Batista (PR), que fazem parte da chapa que foi eleita na noite desta terça-feira (07) votaram pela escolha da nova mesa diretora, por outro lado, os vereadores – chamados de grupo dos quatro – Leninha do Povo (PTB), Vera da Farmácia (PMDB), Carlos Suchi (PTN) e Rogério Golfetto (PTN) se abstiveram ou simplesmente foram contrários à eleição da mesa diretora.

O vereador Carlos Suchi ao manifestar seu voto declarou que a Casa de Leis deveria esperar para realizar a votação já que existe coisas mais importantes para se preocuparem, por outro lado, o vereador Rogério Golfetto se absteve do voto

Para se absterem ou votaram contra a eleição e concordando com a população que vociferava no plenário, os vereadores que fazem parte do chamado “grupo dos quatro”, manifestaram que a Casa deveria esperar o retorno de mais três vereadores eleitos  ou simplesmente de seus suplentes, para que assim todos juntos votassem  na escolha da nova composição da mesa.

As vereadoras Vera da Farmácia e Leninha do Povo também foram contrárias a eleição da nova mesa diretora da Casa de Leis

Assim, antes de encerrar a sessão, o presidente Adilson de Oliveira deu por eleita a chapa apresentada já que a mesma teve 6x 4 votos, ficando assim composta pelos seguintes vereadores: Ronildo Macedo (Presidente), França Silva (Vice-Presidente), Rafael Maziero (2º vice-presidente), Celio Batista (1º Secretário) e Samir Ali (2º Secretário).

Há quem diga que a eleição é uma manobra para que o grupo dos seis vereadores possa “dominar” a Casa Legislativa por 4 anos.

 

Texto e fotos: Redação

 

 

 

 

 

 

Comente

comentários


Deixe uma resposta »