Lixo toma conta das ruas e avenidas em Corumbiara e moradores ficam irritados com descaso; Veja vídeo - Folha de Vilhena
<

Lixo toma conta das ruas e avenidas em Corumbiara e moradores ficam irritados com descaso; Veja vídeo

Editoria Jornal junho 15, 2017 0


Caos!

Além das enormes poças de águas sujas a céu aberto provocando fedentina e doenças nas crianças e adultos, a cidade de Corumbiara está tomada por amontoados de lixo doméstico que hoje fazem parte do cenário da cidade

O descaso comprova a falta de ação do Poder Público Municipal e o desrespeito para com a população que paga impostos e não conta com a prestação dos serviços essenciais da administração em todos os aspectos.

A reportagem do site Folha de Vilhena registrou na manhã desta quinta-feira, 15, cenas deprimentes de acúmulo de lixo domiciliar nas principais avenidas e ruas da cidade de Corumbiara.

O lixo que pode ser visto na Av. que dá acesso à Câmara de Vereadores, na frente das escolas públicas e em toda a Av. Itália Cautiero Franco (centro), já está dando má aparência à cidade. Por cauda disso, a população está revoltada e inclusive alguns já estão pensando em descartar o lixo na porta da prefeitura.

O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Funcionários públicos do município deflagraram greve por tempo indeterminado há dez dias, entre eles, os funcionários que realizam a coleta de lixo no município. Como na cidade não há uma empresa terceirizada que faça o serviço, a coleta continuará comprometida enquanto os servidores continuem em greve.

De acordo com o Sindicato há vários meses os servidores estão buscando junto ao prefeito, Laércio Marchini negociações quanto ao Plano de Cargos e Carreiras, melhorias no trabalho e reposição salarial, mas até o momento não há qualquer diálogo com o prefeito.

Cabe chamar a atenção da vigilância sanitária e do Ministério Público, uma vez que a situação em Corumbiara está insuportável e, em breve toda a população sofrerá os impactos das doenças infectocontagiosas.

 

Texto e fotos: Redação

 

Comente

comentários


Deixe uma resposta »