Ladrão furta teclado na casa de advogado e é preso pela PM após praticar outro furto - Folha de Vilhena
<

Ladrão furta teclado na casa de advogado e é preso pela PM após praticar outro furto

Folha de Vilhena dezembro 15, 2016 0


Diversos produtos oriundos de furto foram recuperados por radiopatrulha da Polícia Militar

O caso foi registrado na tarde desta quinta-feira, 15 de dezembro,  na rua 1.703 do bairro Cristo Rei, após policiais abordarem suspeitos na avenida Vitória Régia (1.705) no bairro Jardim Primavera, em Vilhena.

A  radiopatrulha da Polícia Militar realizava rondas pela avenida Vitória Régia (1.705) no bairro Jardim Primavera e observaram um homem transportando alguns produtos numa bicicleta Caloi Poti de cor preta e notaram que o indivíduo demonstrou atitudes suspeitas ao perceber a presença policial.

O homem foi abordado e identificado como Hércules Pereira da Silva, 35 anos, o qual tentou enganar os policias com diversas desculpas, alegando ser proprietário dos produtos que transportava. Com isso, os militares percebendo as mentiras, deslocaram-se até a residência do infrator, localizada na avenida Perimetral, no setor 19, bairro Parque Industrial Novo Tempo.

Na casa, foram localizados outros produtos, entre estes, um teclado digital da marca Yamaha, que foi furtado na manha de hoje da casa de um advogado no bairro Jardim Eldorado e ao encontrar tal produto, indagaram Hércules, qual seria a proveniência de tal teclado e este, em mais uma tentativa de ludibriar a polícia, disse ter adquirido pelo valor de R$ 100, 00 de um desconhecido.

Porém, após entrar em diversas contradições, alegou ter furtado o teclado da casa do advogado e que os demais produtos foram furtados de uma casa na rua 1.703 no bairro Cristo Rei.

Foram apreendidos um teclado, dois ventiladores, um aparelho de som, duas botijas de gás, uma fonte para Notebook, um carregador, uma extensão elétrica, além de uma chave de fenda e um pé de cabra, usados para pratica de furtos com arrombamento.

Diante dos fatos, Hércules recebeu voz de prisão e foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis.

 

Carlos Mont Serrate

Folha de Vilhena

Comente

comentários


Deixe uma resposta »