Ifro abre inscrições para preencher 240 vagas em 12 cursos pelo Sisu - Folha de Vilhena

Ifro abre inscrições para preencher 240 vagas em 12 cursos pelo Sisu

Abel Labajos janeiro 26, 2017 0

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (Ifro) está com inscrições abertas para preenchimento de 240 vagas, divididas em 12 cursos de nível superior, em sete campi da instituição. As vagas são voltadas aos estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), disponibilizadas para o processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2017/1.

O Ifro, em nota, explica que a seleção dos candidatos será feita exclusivamente com base nos resultados obtidos pelos estudantes no Enem. Os interessados devem acessar o site do Sisu até o dia 27 de janeiro para efetuarem a inscrição.

Os campi Ji-Paraná e Porto Velho Calama possuem 20 vagas para Licenciatura em Química e 20 vagas para Licenciatura em Física, respectivamente. O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública possui 20 vagas para o Campus Porto Velho Zona Norte.

Já o Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas está sendo ofertado nos campi Vilhena, Porto Velho Calama e Ji-Paraná, com 20 vagas para cada unidade. No Campus Cacoal, o Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio oferece 20 vagas.

No Campus Ariquemes estão disponíveis 20 vagas para o Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, que também possui a mesma quantidade de vagas no Campus Colorado do Oeste.

O Curso de Licenciatura em Matemática está sendo ofertado nos campi Cacoal e Vilhena, com 20 vagas cada. Também em Colorado do Oeste estão abertas 20 vagas para o Curso de Engenharia Agronômica.

O resultado da chamada regular estará disponível no site do Ifro e do Sisu a partir do dia 30 de janeiro. O prazo para participar da lista de espera vai do dia 30 de janeiro até o dia 10 de fevereiro. Os aprovados na chamada regular deverão fazer a matrícula entre os dias 3 e 7 de fevereiro nos campi em que se inscreveram, para ingresso no 1º semestre de 2017.

 

Fonte: G1

Comente

comentários

Deixe uma resposta »