Foragido da Justiça e o amigo acabam presos durante abordagem, arma e objetos foram apreendidos - Folha de Vilhena

Foragido da Justiça e o amigo acabam presos durante abordagem, arma e objetos foram apreendidos

Folha de Vilhena janeiro 18, 2017 0

Infratores assumiram terem praticado roubos a pessoa na cidade

O caso de posse ilegal de arma de fogo foi registrado na madrugada desta quarta-feira, 18 de janeiro, na avenida Melvin Jones, em frente a escola Cristo Rei, bairro de mesmo nome, em Vilhena.

Conforme apurado, policiais militares realizavam patrulhamento de rotina pela avenida Melvin Jones quando depararam-se com os dois jovens em atitudes suspeitas trafegando pelo local a bordo de uma bicicleta Caloi Poti de cor vinho.

Ao aproximarem-se dos suspeitos, o infrator Gabriel Cordeiro da Silva, 18 anos, que estava na garupa da bicicleta, tentou desfazer-se de um revólver de calibre 38 com numeração raspada, contendo seis munições intactas., sendo de imediata realizada a prisão em flagrante do infrator por posse ilegal de arma de fogo.

Durante a abordagem, os policiais encontraram na cesta da bicicleta uma faca de cozinha com aproximadamente 30 centímetros de lâmina e uma adaga de fabricação artesanal e uma bolsa de câmera que em seu interior haviam três cordões prateados, cinco cordões dourados, cinco pingentes, nove anéis dourados, 20 anéis prateados, quatro pulseiras douradas, três pulseiras prateadas, um relógio dourado da marca Champions de modelo feminino, quatro pendrives, um modem, oito adaptadores de cartão cada um com um cartão.

O condutor da bicicleta foi identificado como Everson Sega Roldão, 20 anos, contra o qual há mandado de prisão em aberto expedido pela 2º Vara Criminal de Vilhena, expedido no dia 07 de dezembro de 2016 pelo crime de roubo, previsto no Artigo 157 do Código Penal Brasileiro.

Indagados sobre os produtos, os infratores não souberam precisar a origem, mas assumiram que vinham praticando roubos a pessoa na cidade de Vilhena, tendo Gabriel assumido que praticou um roubo a uma garota loira na frente do posto Equador da avenida Melvin Jones há três dias, ocasião em que subtraiu um aparelho celular da mesma; já Everson afirma não ter participado dos crimes e que apenas é cunhado de Gabriel.

Diante dos fatos, os envolvidos receberam voz de prisão e foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Polícia Civil para providências cabíveis pertinentes a ocorrência.

 

 

Carlos Mont Serrate

Folha de Vilhena

Comente

comentários

Deixe uma resposta »