Família é mantida refém durante toda a noite no centro de Vilhena e bandidos levam a camionete - Folha de Vilhena
<

Família é mantida refém durante toda a noite no centro de Vilhena e bandidos levam a camionete

Folha de Vilhena junho 8, 2017 1


Casal e o filho foram amarrados e trancados dentro do banheiro. Marginais chegaram a efetuar um disparo de arma de fogo no imóvel

O roubo em residência localizada na Avenida Beiro Rio no centro de Vilhena ocorreu por volta das 20 horas da noite de quarta-feira, 07 de Junho, e comunicado à Polícia Militar de Vilhena por volta das 09h30 da manhã desta quinta-feira, 08.

Segundo apurado pela reportagem, o casal estava na residência, quando três homens armados e encapuzados chegaram ao imóvel anunciando o roubo, mediante fortes ameaças. Os bandidos sabiam que o filho do casal chegaria somente à meia noite e, com isso, amarraram o casal e trancaram-os no banheiro.

Com a chegada do jovem em uma Toyota Hillux SRV 2.7 de cor prata e  placa NCI-7743/Vilhena,  ano 2014/2014, os bandidos o renderam e após amarrá-lo o levaram para dentro do banheiro.

Na residência, um deles acabou efetuando um disparo de arma de fogo para amedrontar as vítimas e, logo roubaram os aparelhos celulares.

Um dos bandidos fugiu do local levando a camionete da família e os outros dois bandidos continuaram mantendo a família refém até às 04 horas da madrugada, ocasião em que ambos fugiram em uma motocicleta.

Pai, mãe e filho ficaram amarrados e trancados dentro do banheiro até às 09 horas da manhã, momento em que um deles conseguiu se libertar e acionar a Polícia Militar através do 190 da Central de Operações.

Através de sistemas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi constatado que por volta das 04 horas da manhã, a referida camionete passou pela cidade de Pontes e Lacerda no estado do Mato Grosso.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil e a equipe da Polícia Técnico-Científica (Politec) esteve na residência, apreendendo um capuz bala clava esquecido por um dos criminosos. Equipes do Serviço de Investigação e Captura (Sevic) da Polícia Civil já trabalham no caso com o apoio da polícia mato-grossense.

 

Carlos Mont Serrate

Foto: Ilustração

Folha de Vilhena

Comente

comentários


Um comentário »

  1. Adegildo Moreira lima junho 10, 2017 at 10:36 am - Reply

    Este tipo de crime está comum em nossa cidade, e atinge todos, sem distinção, está conversa fiada que a violência descontrolada de Vilhena e só relacionada ao tráfico, não tem lógica. Quantos roubos são realizados por semana??

Deixe uma resposta »