Equipe do CAM participa de palestras sobre combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes - Folha de Vilhena
<

Equipe do CAM participa de palestras sobre combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Editoria Jornal maio 17, 2017 0


equipe do Centro de Atendimento à Mulher (CAM) participou na manhã desta quarta-feira, 17, do ciclo de palestras promovido pela escola estadual, Machado de Assis, em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado nesta quinta-feira, 18.

Na oportunidade, foi abordado o tema de conscientização da violência doméstica e sexual contra crianças e adolescentes.

O ciclo de palestras que foi iniciado nesta terça-feira, 16, tem como foco, romper o ciclo da violência e mobilizar à sociedade vilhenense convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes

O trabalho foi realizado à convite do Centro de Saúde Industrial, parceria com a equipe de Residência Multiprofissional em Saúde Mental e a equipe do CAM.

Participaram do evento, a coordenadora do CAM, Solimárcia Dias, juntamente com a psicóloga responsável pelo atendimento das crianças e adolescentes, a Drª Letícia Santi, a psicóloga da residência multiprofissional em saúde mental, Grasiela Brandalise e a agente comunitária de saúde, Karen Daiane.

“Essa semana está sendo muito importante para todos, porque as palestras tem um tema que comove toda população. Atualmente estamos vivendo uma fase muito complicada, principalmente para crianças e adolescentes, e por isso, precisamos trabalhar para combater a violência contra elas”, disse a secretária de Assistência Social, Nair Cerutti.

O que é violência sexual?

É uma violação dos direitos sexuais, porque abusa e/ou explora do corpo e da sexualidade, seja pela força ou outra forma de coerção, ao envolver crianças e adolescentes em atividades sexuais impróprias à sua idade cronológica, ou ao seu desenvolvimento físico, psicológico e social.

Meio para denúncias

Conselho Tutelar, delegacias especializas ou comuns, disque denúncia local ou disque Federal, Polícia Militar, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal. Ligue para o disque Direitos Humanos – 100 ou em caso de emergência – 190.

Como estabelecer um diálogo e respeitar as crianças

Procure a maior clareza na comunicação para explicar o que há de inadequado em sua conduta, escute com interesse as razões e os argumentos da criança. Coloque-se no lugar para entender o que a criança está sentindo e o porquê age desta maneira.

 

 

Texto e foto: Semcom

Comente

comentários


Deixe uma resposta »