Embrapa inicia Dias de Campo de Soja em Rondônia no dia 9 de fevereiro - Folha de Vilhena
<

Embrapa inicia Dias de Campo de Soja em Rondônia no dia 9 de fevereiro

Editoria Jornal fevereiro 6, 2017 0


O primeiro evento será em Vilhena, dia 9 de fevereiro, no Campo Experimental da Embrapa Rondônia, localizado na BR-364, Km 6

A Embrapa dará início aos tradicionais Dias de Campo de Soja em Rondônia no dia 9 de fevereiro de 2017. Será uma sequência de eventos em cinco municípios do estado, abrangendo as principais regiões produtoras. Neles, produtores, técnicos e estudantes terão a oportunidade de conhecer diferentes cultivares de soja (convencional e transgênica) e arroz desenvolvidas pela Embrapa e avaliadas no estado e obter informações sobre o manejo das culturas. Assuntos como o controle de plantas invasoras, pragas, doenças e nematoides, integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) e custo de produção sempre são abordados nestes eventos durante as apresentações realizadas. Todos os Dias de Campo iniciam às 8h30, a entrada é gratuita e a inscrição é feita no local do evento.

O primeiro evento será em Vilhena, dia 9 de fevereiro, no Campo Experimental da Embrapa Rondônia, localizado na BR-364, Km 6. Este município possui a maior área de produção de soja do estado e conta com alto nível tecnológico em suas lavouras. Na sequência, o Dia de Campo de Soja segue para Porto Velho, no dia 14/2, no Campo Experimental da Embrapa Rondônia, na BR 364, km 5,5. A cidade de Ariquemes recebe o Dia de Campo no dia 16/2, na Fazenda Mezzomo – localizada na RO 421, linha C65/70, Travessão B40. O quarto evento acontece dia 21/2 em Castanheiras, na Fazenda Maia, que fica na linha 168 Norte, km 17,5. O último Dia de Campo de Soja deste ano no estado será em Cerejeiras, dia 23/2, na Fazenda Flor da Mata, localizada na Terceira eixo sentido Pimenteiras, km 9, entre as linhas 5 e 6.

De acordo com o chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Rondônia, Frederico Botelho, com estes eventos realizados em diferentes áreas produtoras de Rondônia, será possível ao público conhecer o potencial produtivo e o desempenho das cultivares da Embrapa, assim como aspectos relacionado ao manejo da cultura nas diferentes regiões do estado. “O produtor precisa evitar erros, que podem significar grandes prejuízos. Portanto, é fundamental o uso de cultivares adaptadas à região de plantio e tecnologias apropriadas, potencializando bons resultados, produtividade e maior lucratividade ao produtor”, explica Botelho. Ele complementa ainda que a soja e o arroz têm sido boas alternativas para os pecuaristas no processo de recuperação de pastagens degradadas, utilizando para isso o sistema de integração lavoura-pecuária (ILP), “recuperando áreas sem avançar sobre a floresta”, reforça.

Soja: principal produto agrícola de Rondônia

Tanto em produção, quanto em valor de produção, a soja é o principal produto agrícola do estado. Segundo dados do levantamento de janeiro de 2017 da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), houve um aumento de 3,4% na área plantada de soja em Rondônia para a safra 2016/17. Além disso, no estado o grão possui produtividade média de 3.028 kg/ha (Safra 2015/16), superior à média nacional que foi de 2,870 kg/ha na mesma safra. E a expectativa para esta safra é de que a produção chegue a 811 mil toneladas de soja.

Segundo Botelho, enquanto na região do Cone Sul do estado as áreas de soja já estão consolidadas e os produtores estão em busca de cultivares que potencializem a semeadura da safrinha (segunda safra com milho, sorgo, girassol e outras culturas) em épocas mais propícias para obter maior produtividade, as regiões Centrais e Norte de Rondônia estão em expansão. “Anualmente há novas áreas onde está sendo introduzida a cultura da soja e isto faz com que a escolha de cultivares adaptadas e adequadas para cada situação seja uma etapa que impactará significativamente nos resultados finais e na lucratividade”, argumenta Frederico.

Realização e parcerias

Os Dias de Campo de Soja 2017 são uma realização da Embrapa Rondônia e contam com a parceria do Programa Soja Livre; Sementes Quati; Ypameri Sementes; Agropel Sementes; Rical; BS&A – Bolsa de Sementes e Agronegócios; Central Agrícola; Nufarm; Sementes Faita; TratoronNewHolland Agriculture; Agrofarm Consultoria e Pesquisa Agronômica; Fazenda Maia; AgropecuáriaMezzomo; SOESP – Sementes Oeste Paulista; e ADAMA.

Fonte: Embrapa Rondônia

Comente

comentários


Deixe uma resposta »