Em Vilhena, manifestantes protestam contra a reforma trabalhista e da previdência - Folha de Vilhena
<

Em Vilhena, manifestantes protestam contra a reforma trabalhista e da previdência

Editoria Jornal abril 28, 2017 1


Diversos servidores municipais, estaduais e federais se reuniram na manhã desta sexta-feira (28) em frente ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), e depois na praça Nossa Senhora Aparecida, no centro da cidade de Vilhena, para protestarem contra a reforma trabalhista aprovada pelo Governo Federal na última quarta-feira (26) e contra reforma da previdência que ainda está em análise no Senado Federal.

Trabalhadores de diversas categorias, entre elas, setor educação, servidores públicos federais, trabalhadores rurais, servidores do setor de distribuição dos Correios e do Instituto Federal de Rondônia (IFRO), além de representantes do Sindsul, marcaram presença na mobilização convocada pelas centrais sindicais. O ato reuniu cerca de 200 pessoas.

Nos locais onde aconteceram as concentrações, representantes de cada sindicato ganharam voz e falaram sobre as reformas trabalhista e da previdência. Dois projetos de leis que, si aprovados retirarão direitos adquiridos pelos trabalhadores do setor público e privado.

Manifestantes expuseram na mobilização, cartazes com as seguintes frases, “Não a reforma da previdência”, “Somos contra a reforma da previdência social rural”, além disso, um jingle com os dizeres: “Não mexe nos direitos, essa conta o povo não vai pagar” foi tocado durante todo o trajeto do protesto.

Servidores do Fórum em Vilhena, em forma de protesto também paralisaram suas atividades por uma hora. Após esse ato, o expediente voltou à normalidade. Contudo, um cartaz em frente à unidade foi colocado pelos próprios servidores demostrando que também são contra a reforma trabalhista e previdenciária que o governo federal quer aprovar.

Texto: Redação
Foto: Folha de Vilhena

Comente

comentários


Um comentário »

  1. jose luiz abril 28, 2017 at 5:28 pm - Reply

    parece uma brincadeira!

Deixe uma resposta »