Dnit instala placas de sinalização na BR-364 após atropelamento de jovens em RO - Folha de Vilhena

Dnit instala placas de sinalização na BR-364 após atropelamento de jovens em RO

Abel Labajos fevereiro 10, 2017 0

(Foto: Sara Cicera/G1)

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) instalou, no final da tarde desta quinta-feira (9), placas de sinalização de faixa de pedestre no local onde duas adolescentes foram atropeladas, na BR-364, em Porto Velho. O acidente foi na quarta-feira (8) e uma das estudantes morreu na hora. Horas depois os moradores fizeram protesto contra a falta de sinalização no local.

As placas de sinalização de faixa de pedestre foram inseridas nos dois sentidos da rodovia, por volta das 17h desta quinta-feira. Segundo os moradores da região, mesmo com as novas placas de advertência no local, os condutores não param para os pedestres atravessar.

“Só a placa não resolve o problema. Os motoristas não têm respeito. Eles não observam as placas de sinalização”, relatou o estudante Iuri Gonçalves, que atravessa o local todos os dias para ir à igreja.

O G1 tentou contato com o Dnit para verificar se há previsão para instalação de um redutor de velocidade no local, porém ainda não obteve retorno.

Acidente
Duas adolescentes, ambas de 15 anos, foram atropeladas por volta das 13h na BR-364 no perímetro urbano de Porto Velho, na quarta-feira.Por causa da batida, uma das meninas faleceu no local e a outra foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em estado grave à unidade de saúde.

Protesto
Moradores realizaram um protesto, na noite da última quarta, na BR-364, após o atropelamento de duas adolecentes, que resultou na morte de uma delas. As duas vias da rodovia foram fechadas e diversos pneus foram queimados, impedindo o trânsito no local.

Por disso, um grande congestionamento se formou com longas filas de veículos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) esteve no local para controlar e conversar com a população que fazia parte do protesto.

 

Fonte: G1

Comente

comentários

Deixe uma resposta »