Coeso reinicia obras e Projetus é notificada para retomar asfalto e drenagem em Vilhena - Folha de Vilhena
<

Coeso reinicia obras e Projetus é notificada para retomar asfalto e drenagem em Vilhena

Abel Labajos junho 19, 2017 0


Funcionários fazem trabalhos de topografia e distribuição de tubos no bairro Marcos Freire

A empresa Coeso Engenharia já está em campo na execução de obras de asfalto e drenagem nas ruas de Vilhena.

Funcionários da empresa fazem o trabalho de topografia e distribuição de tubos nas ruas 731  e 736, no bairro Marcos Freire. A meta – segundo eles – é concluir as obras em 60 dias.

Valdinei de Araújo Campos, Secretário municipal de Integração Governamental, acompanhou os trabalhos no início da tarde desta segunda-feira, 19.

Por outro lado, a prefeitura notificou a empresa Projetus Engenharia, através do ofício 139/2017, para que reinicie as obras no prazo de 48 horas. Isso porque fiscais de obras da prefeitura percorreram ruas e avenidas e não encontraram nenhuma movimentação de funcionários da referida empresa.

Valdinei disse, ainda, que a prefeita Rosani Donadon determinou que os fiscais da prefeitura observem e acompanhem o ritmo das obras, conforme os cronogramas contratuais, além de aferir a qualidades das obras a serem entregues à comunidade.

A OBRA

A prefeita Rosani Donadon (PMDB) assinou a ordem de serviço de reinício das obras de asfalto em maio passado. O projeto está orçado em mais de R$ 35 milhões. A verba é financiada com Caixa Econômica Federal (CEF) e tem como objetivo executar obras de drenagem, pavimentação, sinalização e calçadas em vários bairros em Vilhena.

Segundo a engenheira, Maira Sobral Vannier, o projeto prevê 33 quilômetros de pavimentação asfáltica em vários bairros da cidade, além de drenagem, calçamento e sinalização. Desse total já foram executados 15 quilômetros pela administração passada.

READEQUAÇÃO

É importante ressaltar que o projeto de pavimentação asfáltica passou por uma readequação geral a pedido da prefeita Rosani Donadon, a fim de se buscar economia ao contribuinte, aprofundamento técnico da proposta, além de realinhamento do financiamento. De acordo com dados fornecidos pela SEMIG, o realinhamento resultou em uma economia na ordem de R$ 980 mil aos cofres públicos. “Queremos que as obras beneficiem os vilhenenses. Estamos trabalhando para fazer Vilhena voltar a ser referência em Rondônia com qualidade de vida para a população”, ressaltou a prefeita.

Fonte: Semcom

Comente

comentários


Deixe uma resposta »