Cerejeiras terá em breve clínica de recuperação para dependentes químicos   - Folha de Vilhena
<

 Cerejeiras terá em breve clínica de recuperação para dependentes químicos  

Editoria Jornal abril 4, 2017 0


O Conselho Antidrogas de Cerejeiras (CADCER) irá inaugurar no município de Cerejeiras uma Clínica de recuperação para dependentes químicos. O empreendimento que já está em fase de construção e que será inaugurado no segundo semestre de 2017, terá capacidade máxima de alojamento para 25 internos.

A clínica que será batizada como “Clínica Recuperação Reviver” está localizado na saída para o município de Corumbiara, no travessão fundiária das linhas 3 e 4 e contará com parceria firmada entre o CADCER e a Prefeitura de Cerejeiras que cedeu a área e disponibilizou recursos para a construção do empreendimento.

Conforme o presidente do CADCER, Meuquizedeque Oliveira do Carmo, “o projeto é um antigo sonho dos membros da diretoria do CADCER que irá beneficiar várias famílias de Cerejeiras que sofrem com a dependência química em seus lares, visto que as drogas tem acabado com os sonhos de vários jovens e destruído muitas vidas e essa problemática precisa ser enfrentada por toda a sociedade“.

O que é o CADCER ?

O CADCER – É o Conselho Anti-Drogas do município de Cerejeiras, entidade de utilidade pública municipal sem fins lucrativos ou político, devidamente inscrita no CNPJ.  03.800.835/0001-14, foi fundado em 13 de outubro de 1999 e tem em sua diretoria voluntários que são profissionais liberais de várias áreas de atuação, funcionários públicos como: Policiais militares, professores e autônomos.

Atualmente desenvolve programas de prevenção ao uso de drogas realizando cursos e palestras nas escolas públicas do município de Cerejeiras.

O CADCER também mantém parceria com clínicas de tratamento em dependência química em vários municípios de Rondônia e outros estados e periodicamente encaminha jovens para se tratarem.

Texto e crédito de fotos: Assessoria de Comunicação do CADCER.

Comente

comentários


Deixe uma resposta »