Albergado é baleado em frente à Colônia Penal e é socorrido pelo amigo - Folha de Vilhena
<

Albergado é baleado em frente à Colônia Penal e é socorrido pelo amigo

Folha de Vilhena abril 17, 2017 0


Albergado havia saído acompanhado de outros dois colegas quando sofreu o atentado e acabou baleado no abdômen 

A tentativa de homicídio aconteceu na manhã desta segunda-feira, 17 de abril, na rua Rosalina Adélia Marangoni, em frente à Colônia Penal, no bairro Jardim América, em Vilhena.

A central de operações da Polícia Militar foi informada via 190, de que no pronto socorro do Hospital Regional havia acabado de chegar um rapaz vítima de disparo de arma de fogo, acompanhado de outro rapaz, em uma bicicleta.

Rapidamente, radiopatrulhas da Polícia Militar dirigiram-se ao pronto socorro e em contato com Douglas M. N; 27 anos, este informou que havia saído do albergue acompanhado de Daniel C; e da vítima identificada como Wesley Freire Gelbari, 22 anos, de apelido ❝Poi❞ e que avistaram um veículo Fiat Pálio de cor prata estacionado em frente ao local e que este carro os acompanhou disfarçadamente até a bifurcação com a rua Nélida Suedi Schuch onde o motorista desceu do carro e disse ❝Perdeu Poi❞, momento em que fez cerca de seis disparos contra Wesley e em seguida evadiu-se do local.

Wesley foi atingido de raspão por um dos disparos no abdômen e foi socorrido por Douglas em uma bicicleta, tendo estes, se dirigido até o pronto socorro do Hospital Regional. Douglas afirma que a vítima vinha recebendo ameaças devido o suposto envolvimento de Poi na morte de Wilian Lucas de Souza,  vulgo Babu, ocorrido no dia 24 de fevereiro no residencial Solar de Vilhena.

Wesley confirmou que vem sendo ameaçado, mas negou que o atentado que sofreu nesta manhã seria motivado pelas ameaças, alegando que nesta manhã um sujeito que tem ligação a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) iria ser solto hoje e que o atirador o confundiu com tal pessoa.

A ocorrência foi registrada na Delegacia de Polícia Civil que deverá apurar os fatos.

Carlos Mont Serrate

Folha de Vilhena

Comente

comentários


Deixe uma resposta »